Almost everything about 2017 Met Ball

15:05

Por muitos apelidado por ''os Óscares da Moda'', o Met Ball (ou Met Gala) realiza-se anualmente, sempre no primeiro domingo do mês de Maio. Formalmente é chamado de ''Costume Institute Gala'' e marca a abertura da exposição anual do Costume Institute, onde é feita também uma angariação de fundos a favor do Metropolitan Museum of Art's Costume Institute, em Nova Iorque. É realizado desde 1948 e todos os anos conta com um tema diferente. O deste ano foi especial: ''Rei Kawakubo/Comme des Garçons: Art of the In-Between''. Foi a segunda designer que em vida foi homenageada com uma exposição no Met.

Many people call it the "The Oscars of Fashion," the Met Ball (or Met Gala) is held annually, always on the first Sunday of May. It is formally called the '' Costume Institute Gala '' and marks the opening of the Costume Institute's annual exhibition, where a fund-raising event is also being organized for the Metropolitan Museum of Art's Costume Institute in New York. It has been held since 1948 and every year has a different theme. This yearthe theme was special: '' Rei Kawakubo / Comme des Garçons: Art of the In-Between ''. It was the second living designer that was honored with an exhibition at the Met.



Se quiserem perceber um bocadinho melhor como a exposição é planeada e todos os contratempos que passam por uma exposição desta dimensão, aconselho-vos a ver o ''First Monday of May'', um documentário que nos mostra a criação da exposição do ano passado ''China: Through the looking glass'' - aconselho vivamente a ver, especialmente se forem fãs da Anna Wintour.

If you want to understand a little bit better how the exhibition is planned and all the setbacks that go through an exhibition of this dimension, I advise you to watch the ''First Monday of May'', a documentary that shows us the creation of last year's exhibition ''China: Through the looking glass'' - I strongly advise you to watch, especially if you are fans of Anna Wintour.

Rei Kawakubo




É uma designer de moda japonesa que surpreendeu tudo e todos com as suas coleções conceptuais, mas comecemos pelo início. Criou em 1969 a marca Comme des Garçons (em português, ''Como rapazes'') e em 1981 apresentou a a sua coleção na Semana da Moda em Paris. Foi nessa altura que começou a revolucionar a forma como até ali se via a moda. A primeira coleção baseava-se em peças de roupa desconstruída, esburacada, larga, em tons negros. É de destacar que naquela altura a grande parte das coleções tinham cores vibrantes e silhuetas que realçavam o corpo da mulher. 
Rei defende que a roupa deve ser usada por nos sentirmos bem nela e não porque nos fica bem e nos realça o corpo. A primeira loja da Comme des Garçons não tinha espelhos por essa razão. As suas criações não realçam o corpo, mas sim encondem-no, para que não se possa distinguir se o corpo é feminino ou masculino. E para aqueles que se perguntam, as lojas dela vendem algumas peças de roupa bem mais normal do que aquela que é vista nos desfiles.

She is a Japanese fashion designer who has surprised everyone with her conceptual collections, but let's start from the beginning. In 1969 she created the Comme de Garçons brand (in english, '' like boys '') and in 1981 presented her collection at the Paris Fashion Week. At that point she began to revolutionize the way fashion was seen so far. The first collection was based on deconstructed  pieces of clothing, wide, in black tones. It's noteworthy that at that time most of the collections had vibrant colors and silhouettes that emphasized the woman's body.
Rei argues that clothing should be used because we feel good in it and not because it suits us and enhances our body. The first Comme des Garçons store had no mirrors for that reason. Her creations don't emphasize the body, but rather fill it up, so that it can not be distinguished whether the body is female or male. And for those who wonder, her stores sell a few more normal clothes than the ones seen in her shows.


Curiosidades sobre o Met Ball | Curiosities about the Met Ball




  • Qualquer um pode ir assistir à gala, se... pagar 30 mil doláres. E se se quiser sentar numa mesa e jantar, só tem de pagar 275 mil dólares. Os preços têm vindo a aumentar, de modo a manter o prestigio do evento. Mas mesmo que tenha o dinheiro, tem de fazer parte da longa fila de espera, à qual cada pessoa tem de corresponder a certos padrões escolhidos a dedo pela Anna Wintour, que faz parte da organização do evento.
  • Não é explicíto, mas é muito aconselhado ir vestido consoante o tema da gala.
  • Rei Kawakubo é uma pessoa reservada, e por essa razão é que quase não foi vista durante a Met Gala deste ano.
  • A exposição deste ano conta com 150 peças criadas por Rei, desde 1980.


  • Anyone can go to the gala, if ... you pay 30 thousand dollars. And if you want to sit at a table and have dinner, you only have to pay 275 thousand dollars. Prices have been increasing in order to maintain the prestige of the event. But even if you have the money, you have to be part of the long queue, to which each person has to meet certain standards hand-picked by Anna Wintour, who is part of the organization of the event.
  • It's not a rule, but it is highly advised to go dressed according to the theme of the gala.
  • Rei Kawakubo is a reserved person, and for that reason she was barely seen during this year's Met Gala.
  • This year's exhibition have 150 pieces created by Rei, since 1980.




Já vi vários comentários sobre isto e sou totalmente de acordo: antigamente a gala era diferente. Os convidados iam para ver as exposições e não apenas para ser fotografados. Hoje em dia é montado todo um circo mediático à volta do evento, e muitas vezes quem participa nele não conhece o trabalho da pessoa que está a ser homenageada ou até mesmo não sabe do que a exposição trata, o que na minha opinião acaba por ser uma falta de respeito...

I have already seen several comments on this and I am totally in agreement: a few years ago, the gala was different. The guests went there to see the exhibits and not just to be photographed. Today a whole media circus is set up around the event, and many times who participate in it doesn't know the work of the person being honored or even doesn't know anything about this exhibition, which in my opinion turns out to be a lack of respect ...


xo, sara


You Might Also Like

20 comentários

  1. Adoro o Met! Para ser sincera, é uma das cerimónias que presto mais atenção. Mas por acaso não sabia muitas destas curiosidades :)

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  2. Adorei este post!
    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt/
    Giveaway a decorrer no blog.

    ResponderEliminar
  3. Desconhecia de todo o tema, o evento, porque não é algo que esteja muitto ligada. Mas nunca mais esqueço, visto que é no mesmo dia da mãe.

    Um beijinho no coração, fica com Deus!

    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderEliminar
  4. Bem arranjar 30 mil... Não obrigada. Fico pelas tuas imagens ahah
    Beijinhos,
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  5. Amazing post!!!

    Would you like if we were to follow each other ? I would be happy . this is my link https://bysinkj.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia mesmo - parece que ando bastante distraída - mas fiquei curiosa em ver um pouco mais com base no que publicaste! Obrigada :)

    Automatic Destiny

    ResponderEliminar
  7. Confesso que não conhecia a historia por trás da gala.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  8. Adoro o Met Ball e adoro a Rei! Que post tão bom :) Beijinho

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Adorei o post, e concordo plenamente com a tua opinião.
    Muitos beijinhos,
    Sparkle Outfit

    ResponderEliminar
  10. beautiful post!

    www.fashi0n-m0de.blogspot.it

    ResponderEliminar
  11. Amazing!!

    http://julesonthemoon.blogspot.it/

    ResponderEliminar
  12. Gostei de visitar o teu blogue. É muito real, e ao mesmo tempo nota-se todo o cuidado que tens com cada post

    ResponderEliminar
  13. Sim, tens toda a razão nesta publicação. O Met Ball é em primeiro plano, a inauguração da grande exposição de moda anual no Costume Institute e uma gala de beneficência.
    A verdade é que neste mundo de influencers e instagram models é impossível não ter esse lado de "exposição pessoal". Acho que é também parte do trabalho da organização, saber contornar isso e evoluir nesse sentido.
    Mas adorei o tema desta gala, a Rei Kawabuko e o seu trabalho com a Comme des Garçons é icónico e uma inspiração!

    ResponderEliminar
  14. O trabalho da artista merece todo o respeito. As peças que vi nas fotos são lindas!

    ResponderEliminar
  15. Omg 30mil dolares + 275 mil para jantar, isso fica carote haha. Também acho que se as pessoas vão ao evento, o mínimo que podiam fazer era saber do que se trata a exposição.
    Beijinhos, The Fancy Cats | Japan Candy Box Giveaway

    ResponderEliminar

Followers

Google+